Concurso CRF PA 2020 – Inscrições Abertas


Concurso do CRF PA 2020 oferta 23 novas vagas e recebe inscrições dos interessados até o dia 6 de fevereiro.

Mora no Pará ou está disposto a se mudar para trabalhar lá? Então confira esse post e veja o edital com 23 vagas.

O edital:

Após 8 anos sem lançar um novo edital, o Conselho Regional de Farmácia do Pará abriu um edital 2019/2020 ofertando 23 vagas. Essas vagas estão distribuídas em:


  • Agente administrativo = 11 vagas;
  • Auxiliar administrativo = 04 vagas;
  • Advogado = 01 vaga;
  • Farmacêutico fiscal = 06 vagas;
  • Secretário Executivo Bilíngue ou Trilíngue = 01 vaga.

Os salários podem variar entre R$ 1.193,04 e R$ 8.207,86.

As vagas são para as cidades de: Belém, Castanhal, Marabá, Redenção e Santarém.

Inscrições:

Para se inscrever em uma das vagas, basta acessar o site www.fundacaoetap.com.br e escolher a modalidade da vaga que são duas: cargos de nível médio, com valor de inscrição em R$ 58,00 e cargos de nível superior com taxa de inscrição de R$ 78,00.



As inscrições vão somente até o dia 06 de fevereiro de 2020.

Etapas e provas:

A primeira etapa do concurso consistirá numa prova de múltipla escolha para todos os cargos. Essa prova terá caráter eliminatório e classificatório e será aplicada no dia 15 de março de 2020. Os locais das provas serão liberados no dia 02 do mesmo mês.

Para o nível médio, a prova terá 40 questões sendo: 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática e Raciocínio Lógico, 10 questões de Informática e 10 questões de Legislação.

Para o nível superior, a quantidade de questões passa para 50 e são divididas em: 5 questões de Língua Portuguesa, 5 questões de Noções de Informática, 10 questões de Legislação e 30 questões de Conhecimentos gerais. Os gabaritos preliminares tem previsão de lançamento logo após a prova.

Conteúdo da prova da primeira etapa:

Para os cargos de nível médio, os inscritos deverão estudar:

  • Língua Portuguesa: Compreensão e interpretação de textos visando o domínio das relações morfossintáticas, semânticas, discursivas e argumentativas; Tipologia textual; Coesão e coerência; Ortografia oficial; Acentuação gráfica; Pontuação; Formação e emprego das classes de palavras; Significação das palavras; Sintaxe da oração e do período; Concordância nominal e verbal; Regência nominal e verbal; Emprego do sinal indicativo de crase.
  • Matemática e Raciocínio Lógico: Números inteiros; Operações e propriedades; Números racionais; Representação fracionária e decimal; Razão e proporção; Porcentagem; Regra de Três simples; Divisão em partes proporcionais; Equação do 1º e 2º grau; Sistema métrico, medidas de tempo, comprimento, superfície e capacidade; Relação entre grandezas; Tabelas e gráficos; Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de raciocínio verbal, raciocínio matemático, raciocínio sequencial; Orientação espacial e temporal; Formação de conceitos; Discriminação de elementos; Compreensão do processo lógico que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões determinadas.
  • Noções de Informática: Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática: tipos de computadores, conceitos de hardware e de software, instalação de periféricos; Edição de textos, planilhas e apresentações no pacote Office; Noções de sistema operacional no Windows; Redes de computadores: conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e intranet; Programas de navegação: Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox, Google Chrome e similares; Programa de correio eletrônico: MS Outlook. Sítios de busca e pesquisa na Internet; Redes.
  • Legislação: Decreto nº 85.878/1981; Lei nº 3.820/1960; Lei nº 5.991/1973; Lei nº 6.994/1982; Lei nº 12.514/2011; Lei nº 13.021/2014; Resoluções CFF: nº 357/2001, nº 566/2012, nº 585/2013, nº 586/2013, nº 596/2014, nº 648/2017; Deliberação CRF-PA nº 383/2018.

Já para os cargos de Nível Superior, os conteúdos, os candidatos não precisam estudar para as questões de Matemática, no entanto, aos cargos específicos como advogado, farmacêutico e secretário bilíngue ou trilíngue, precisarão estudar conteúdos específicos de cada área de acordo com o edital.

Segunda etapa e conclusão:

Caso aprovados na primeira etapa, os candidatos aos cargos de nível superior na etapa seguinte precisarão comprovar seus títulos.

Para isso, os candidatos precisarão provar suas formações, seja doutorado, mestrado, pós-graduação/especialização ou experiência na área.

Feito isso, resta esperar pelo resultado!

Portanto, não perca tempo e se inscreva, pois as inscrições vão só até semana que vem!

Por Leonardo Silva Aguirre

Concurso

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *