Concurso PRF 2018 – Banca foi definida


Concurso da PRF já tem sua banca definida. A organizadora será a CESPE/Cebraspe.

Boa notícia para quem está aguardando informações sobre o concurso da Polícia Rodoviária Federal. Já foi escolhida a banca organizadora desse concurso, o que é um passo bem animador para quem já está na espera de notícias sobre o assunto. Muitos candidatos esperavam saber sobre a banca, pois ela diz muito sobre a prova. Se ela será muito difícil ou se terá algumas pegadinhas. Além dessa notícia, tem outras informações bem importantes sobre o concurso da PRF.

Banca escolhida para o concurso

A banca para o concurso da PRF é a CESPE/Cebraspe. Essa banca é uma das melhores e já era desejada por alguns candidatos, justamente por ser uma banca séria e responsável por elaborar provas com questões difíceis e sem muitas pegadinhas, o que acaba sendo a preferência da maioria dos candidatos.


Previsão de 500 vagas

Esse concurso é uma oportunidade de mudança na vida profissional e financeira e tem previsão de 500 vagas. Mas é melhor não se animar com essa quantidade, pois a estimativa de inscrições é enorme e essa quantidade pode não ser tanta assim. O que os candidatos precisam ter em mente, é que a melhor coisa a fazer é começar a se preparar o mais rápido possível. Só assim as chances de aprovação serão maiores.

Previsão do edital

O edital está atrasado o que causa muita ansiedade em quer fazer esse concurso. A primeira previsão era para sair até o dia 26 de outubro, mas infelizmente isso não aconteceu. O lado positivo desse atraso é que o os candidatos ganham mais tempo para se preparar. Tudo indica que o edital possa ser publicado até dezembro de 2018, mas essa data pode ser adiantada.

Nível de dificuldade da prova

Especialistas nesse tipo de anúncio informam que os candidatos devem esperar por uma prova difícil e com questões complexas. E elas só podem ser respondidas por pessoas que realmente estudaram. O ideal é fazer um curso preparatório, que seja focado na prova da Polícia Rodoviária Federal. Quem não conseguir investir em um curso, deve elaborar uma planilha de dias e matérias a ser estudadas. O ideal é separar pelo menos 5 horas por dia, de segunda a sábado. Existem diversos materiais para esse concurso, que são vendidos em muitos sites. O que não pode acontecer é deixar de estudar. Sempre existe uma forma de se preparar para um concurso.



Falando sobre o concurso PRF de 2013

O concurso da PRF que foi realizado em 2013 foi bem disputado e muito complexo. E esse concurso seguiu as seguintes etapas:

– Prova objetiva com poder eliminatório;

– Prova discursiva com poder eliminatório;

– Exame físico com poder eliminatório;

– Exame de saúde com poder eliminatório;

– Exame psicológico com poder eliminatório;

– Análise de títulos com poder eliminatório;

– Investigação social e funcional com poder eliminatório.

No conteúdo programático foram cobradas as seguintes matérias: Língua portuguesa, noções de direito constitucional, matemática, ética no serviço público, conhecimentos específicos, noção de informática, noções de direito penal, legislação relativa ao DPRF, direitos humanos e cidadania e noções de direito processual penal.

Dicas para conseguir uma das vagas do concurso

Muitas pessoas buscam por uma fórmula perfeita para a provação em concursos. E a regra é clara e já foi dita por muitos especialistas diferentes dentro da área. O estudo com frequência leva a excelência, sem ele fica quase impossível passar nesse concurso. Focar nas matérias mais complexas vai ajudar com que o candidato tenha uma nota alta. Como nenhuma das matérias podem ser zeradas, é necessário saber de todas. É importante também estudar as regras para a redação, que é responsável por muitas reprovações.

Essas são as informações sobre o concurso PRF de 2018!

Por Cristiane Amaral

Concursos



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *