Concurso SLU DF 2019 – Inscrições, Vagas


Certame tem 19 vagas abertas e receberá as inscrições dos interessados entre os dias 11 de março e 1º de abril de 2019.

Estarão abertas a partir do dia 11 de março as inscrições para o mais novo concurso público que contratará profissionais para atuarem no Serviço de Limpeza Urbana do Distrito Federal (SLU-DF). São 19 cargos disponíveis, todos com remuneração de R$ 5.070,00 para uma carga horária semanal de 30 horas.

Todos os cargos são para Analista De Gestão De Resíduos Sólidos, entretanto eles se distinguem em diversas especialidades. São elas: Administração, Arquitetura, Biologia, Ciências Sociais, Comunicação Social – jornalismo, Comunicação Social – Relações Públicas, Direito e Legislação, Economia , Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia de Segurança do Trabalho, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Geografia, Informática, Modernização da Gestão das Atividades de Resíduos Sólidos e Serviço Social.


Requisitos

Para concorrer a todos os cargos é preciso possuir diploma de nível superior, obtido em instituição reconhecida pelo MEC, para a área do cargo desejado. Alguns deles também exigem registro no conselho de classe. O cargo de Analista de Gestão de Resíduos Sólidos na especialidade de Modernização da Gestão das Atividades de Resíduos Sólidos é uma caso especial, onde o candidato pode ter graduação em qualquer área do conhecimento.

Poderão concorrer aqueles que têm nacionalidades brasileira ou portuguesa, sendo que no segundo caso é preciso conferir as condições do edital. Além disso, também são exigidos os requisitos básicos de um concurso público, tais como estar quite com as obrigações militares e eleitorais, ter idade mínima de 18 anos no ato da posse e ter aptidão física e mental para as atribuições do cargo.

Seleção

A banca aplicadora do concurso será o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) e a seleção a ser realizada será feita por meio da aplicação de prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório.



O exame terá a duração de 3 horas e meia e contará com 50 questões de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. O valor total da prova será de 120 pontos, sendo que o tipo de questão adotado seguirá o modelo clássico da Cespe, onde os itens deverão ser julgados como certo ou errado.

É preciso se atentar, porque serão eliminados do concurso os candidatos que tirarem nota menor que 10 pontos na prova de conhecimentos básicos, 21 pontos na prova de conhecimentos específicos ou menos que 36 pontos em todas as questões somadas.

A data programada para a aplicação é o dia 19 de maio de 2019, no período da tarde. Os locais e horários e locais específicos serão divulgados na data provável de 9 de maio no Diário Oficial do Distrito Federal e na página do concurso.

As questões de conhecimentos básicos para todos os cargos abordarão conteúdos de língua portuguesa, conhecimentos sobre o distrito federal e legislação. Os conteúdos de conhecimento específico irão variar de acordo com o cargo pretendido.

Os gabaritos das provas serão liberados na provável data de 21 de maio, apartir das 19 horas, na página do concurso. O candidato poderá interpor recurso entre as 9 horas do dia 22 de maio e as 18 horas do dia 4 de junho.

Inscrições

As inscrições ocorrerão do dia 11 de março de 2019 até as 18 horas do dia 1º de abril. Para se inscrever a qualquer um dos cargos, será necessário pagar uma taxa de inscrição R$ 65,00. O valor deve ser pago até o dia 5 de abril.

O quadro com o número de vagas para cada cargo, o edital e o link para se inscrever podem ser encontrados na página do concurso (http://www.cespe.unb.br/concursos/SLU_DF_19).

Sobre a banca

A Cespe é uma das bancas mais conhecidas e com certeza a mais temida pelos concurseiros. Isso acontece por conta do seu modelo de resolução das questões: enquanto respostas corretas acrescentam pontos, aquelas incorretas tiram pontos do candidato. Questões que não são marcadas não ganham e nem perdem pontos. Ao candidato é recomendado que realize provas de concursos anteriores não só para testar os seus conhecimentos, como também para se acostumar com o modelo de prova.

Por Bruno Esteves

Concurso

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *