Previsão do Novo Concurso da Guarda Municipal de Belo Horizonte 2019


Novo processo seletivo de caráter público está próximo de ser realizado, neste fim de segundo semestre de 2018.

Desde o início do processo de licitação, a partir da última terça-feira, dia 13 de novembro, realizado por meio da Prefeitura da cidade de Belo Horizonte, capital do Estado de Minas Gerais, o evento conta com a previa determinação de uma empresa responsável pela organização, no sentido de que se possa garantir a realização de um novo certame público destinado ao preenchimento de cargos na função de guarda municipal.

A princípio, a primeira banca organizadora apontada para o processo é a organização Integri Brasil. Entretanto, esta situação não significa a definitiva confirmação desta instituição como banca regente deste novo certame. A estruturação do concurso está em andamento e deverá contar com a participação de mais sete integrantes e o processo de licitação deverá passar, antes, pelo critério que avalia a capacidade técnica.


O conjunto de poções, no tange à determinação da banca organizadora, inclui, em uma ordem, as seguintes instituições: a Fundação Cefetmis; o Instituto AOCP; o instituto Ethos Concursos; a Consulplan; a Fundação Guimarães Rosa; a Inaz do Estado do Pará e a CKM Serviços.

Este processo de seleção contará com cerca de 2.000 postos de trabalho, dos quais 500 se destinarão ao preenchimento imediato e os demais 1.500 postos serão destinados à formação do cadastro reserva de pessoas. Entretanto, todas as informações estão reunidas de modo preciso, somente depois da definição da empresa que atuará como banca, ou seja, o certame estará definitivamente confirmado após a data de liberação do edital oficial para abertura do período de inscrições.

Sobre os requisitos, seguem as informações:

Todas as pessoas interessadas em concorrer ao cargo de Guarda Municipal deverão preencher, no mínimo, o seguinte requisito: possuir ensino médio completo. O valor da remuneração inicial é de 2.801,29 reais, acrescido da gratificação concedida por disponibilidade integral, no valor de 271,09 reais, junto ao adicional por tempo de exercício em atividade de risco, no valor de 722,91 reais.



Sobre os benefícios, seguem as informações:

Todos os concorrentes aprovados terão direito aos outros benefícios concedidos, como o vale-refeição; o vale-alimentação; o vale-lanche e a devida bonificação devido ao cumprimento das metas estabelecidas, dos resultados e dos indicadores.

Conforme o que está registrado, dentro do projeto básico deste concurso público, depois de definida a escolha de uma banca organizadora, o processo de seleção contará com cinco etapas que abrangerão as provas objetivas na primeira fase; seguidas da necessária análise sobre os títulos; depois serão realizadas as prova de capacidade física, constituindo a terceira fase; a devida abertura de sindicância social na quarta fase e avaliação definitiva como teste psicológico na última fase.

Sobre os testes seguem as informações:

Na parte das provas objetivas, as mesmas consistirão em cadernos que contarão com 50 questões, distribuídas em dez sobre língua portuguesa; 20 sobre a matéria de legislação; cinco versando sobre a matéria de noções de informática; oito sobre a matéria de geografia urbana e mais sete questões sobre a matéria de história da Capital de Minas Gerais, Belo Horizonte.

Com relação à prova de avaliação da capacidade física, todos os candidatos serão submetidos aos necessários exercícios, tais como a flexão abdominal; a corrida de 400 metros; o exercício na barra horizontal para os candidatos e na barra horizontal estática para as candidatas mulheres.

São testes de precisão e de resistência imprescindíveis para todos os concorrentes ao cargo de Guarda Municipal.

Este é um dos concursos mais aguardados deste ano. Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *